JOÃO ALMINO

BIOGRAFIA

Escritor e diplomata, Jo√£o Almino nasceu em Mossor√≥, no Rio Grande do Norte, em 1950. √Č autor do Quinteto de Bras√≠lia, composto pelos romances Id√©ias para Onde Passar o Fim do Mundo (indicado para o Pr√™mio Jabuti, ganhador de Pr√™mio do Instituto Nacional do Livro e do Pr√™mio Candango de Literatura), Samba-Enredo, As Cinco Esta√ß√Ķes do Amor (Pr√™mio Casa de las Am√©ricas 2003), O Livro das Emo√ß√Ķes (Record, 2008; finalista do 7¬ļ Pr√™mio Portugal Telecom de Literatura 2009 e finalista do 6¬ļ Pr√™mio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura 2009); Cidade Livre (Record, 2010; Pr√™mio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura 2011 de melhor romance publicado no Brasil entre 2009 e 2011; finalista do Jabuti e do Pr√™mio Portugal Telecom de Literatura 2011) e Enigmas da Primavera (Record, 2015; finalista do Pr√™mio Rio de Literatura 2016 e finalista do Pr√™mio S√£o Paulo de Literatura 2016). Alguns de seus romances est√£o traduzidos para o ingl√™s, o franc√™s, o espanhol e o italiano. Seus escritos de hist√≥ria e filosofia pol√≠tica s√£o refer√™ncia para os estudiosos do autoritarismo e a democracia. Entre estes, incluem-se os livros Os Democratas Autorit√°rios (1980), A Idade do Presente (1985), Era uma Vez uma Constituinte (1985) e O Segredo e a Informa√ß√£o (1986). √Č tamb√©m autor de Naturezas Mortas – A Filosofia Pol√≠tica do Ecologismo (2004), de Brasil-EUA: Balan√ßo Po√©tico (1996), Escrita em contraponto (2008) e O diabrete ang√©lico e o pav√£o: Enredo e amor poss√≠veis em Br√°s Cubas (2009). Doutorou-se em Paris, orientado pelo fil√≥sofo Claude Lefort. Ensinou na UNAM (M√©xico), UnB, Instituto Rio Branco, Berkeley, Stanford e Universidade de Chicago.

OBRAS DO AUTOR:

FICÇÃO:

  • Id√©ias para Onde Passar o Fim do Mundo, 1987.
  • Samba-Enredo, 1994.
  • As Cinco Esta√ß√Ķes do Amor, 2001.
  • O Livro das Emo√ß√Ķes, 2008.
  • Cidade Livre, 2010.
  • Enigmas da Primavera, 2015.

NÃO-FICÇÃO:

  • Os Democratas Autorit√°rios, 1980.
  • A Idade do Presente, 1985.
  • Era uma Vez uma Constituinte, 1985.
  • O Segredo e a Informa√ß√£o, 1986.
  • Brasil/EUA, Balan√ßo Po√©tico, 1997.
  • Literatura Brasileira e Portuguesa Ano 2000 (org. com Arnaldo Saraiva), 2000.
  • Rio Branco, a Am√©rica do Sul e Moderniza√ß√£o do Brasil (org. com Carlos Henrique Cardim), 2002.
  • Naturezas Mortas – A Filosofia Pol√≠tica do Ecologismo, 2004.
  • Escrita em Contraponto – Ensaios Liter√°rios, 2008.
  • O diabrete ang√©lico e o pav√£o: Enredo e amor poss√≠veis em Br√°s Cubas, 2009.

REDE SOCIAIS